Logo

Atendimento de segunda a sexta, das 08:00 às 17:00.




Reitor apresenta projeto de campus da Ufla à Câmara

Reitor apresenta projeto de campus da Ufla à Câmara

Na noite de segunda-feira, 13, o reitor da Universidade Federal de Lavras (Ufla), José Roberto Soares Scolforo, fez uso da Tribuna durante a Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de São Sebastião do Paraíso para apresentar à comunidade o projeto de implantação do campus da instituição no município.

Depois de conhecer as dependências da Câmara, Scolforo deu início ao seu pronunciamento apresentando um vídeo institucional da Universidade Federal de Lavras – desde sua fundação, há mais de um século, até os dias atuais. Em seguida, ele explicou os motivos que levaram a instituição a começar a considerar a abertura de um campus em Paraíso. “A nossa opção sempre foi crescer em Lavras, mas, em 2007, surgiu um programa do governo federal que incentivava o investimento em outros locais. Chegamos a fazer algumas visitas aqui, mas o projeto não teve sucesso no Ministério da Educação”.

Anos depois da tentativa frustrada, Scolforo lembrou que a Ufla foi novamente procurada para instalar o seu primeiro campus universitário fora do município de Lavras. A ideia, segundo o reitor, animou a direção da entidade, que nomeou uma comissão para trabalhar na confecção de um novo projeto, desta vez mais moderno, focado no empreendedorismo e na inovação tecnológica. “São Sebastião do Paraíso é uma área estratégica para nós, pois há pouca oferta de vagas universitária na área das engenharias. Isso nos motivou”, disse.

Contudo, conforme explicou o reitor, só o desejo da universidade e das forças políticas locais não seria suficiente para que a Ufla se instalassem em Paraíso. A instituição exigiu uma série de condicionantes para construir o campus no município, entre elas: a disponibilização de uma área adequada, com toda a infraestrutura necessária para a instalação da universidade; a garantia de concurso público para a contratação de professores e técnicos, além de recursos na casa dos R$ 36 milhões para a construção dos prédios e processo seletivo dos profissionais, além de R$ 4 milhões anuais para salários e custeio da área. “Sem isso não teria campus aqui. Então, começou-se um trabalho para viabilizar essas questões”, completou.

PENSANDO NO FUTURO

Em seguida, Scolforo exibiu mais um vídeo aos presentes no Plenário e àqueles que acompanhavam a Sessão ao vivo pela TV Câmara, onde foi destacado o desenvolvimento da Ufla ao passar dos anos. Em 2017, por exemplo, o orçamento da instituição de ensino superior federal foi de mais de R$ 350 milhões, fora os mais de R$ 40 milhões obtidos graças a pesquisas tecnológicas realizadas pela universidade. Depois, o reitor declarou que, assim como aconteceu em Lavras, o campus de Paraíso poderá, no futuro, se desenvolver e gerar bons frutos à comunidade. “Assim como aconteceu lá, aqui começamos como um bebê, que está engatinhando. Conforme a sua musculatura for crescendo, vamos nos desenvolvendo, nos tornando adultos. Começamos pequenos, mas vejo um futuro grandioso em São Sebastião do Paraíso”.

Ainda sobre a possibilidade de desenvolvimento com a Ufla, Scolforo declarou que Paraíso está em melhores condições do que Lavras e que, por isso, começa o projeto de um “ponto de partida mais favorável”. Segundo ele, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do município dará um importante salto nas próximas décadas. “O projeto perseverando, a cidade evoluirá, mais do que financeiramente, em mentalidade. Paraíso está em uma microrregião de potencial muito interessante para ser trabalhado”, apontou.

GARANTIAS

Assim que concluiu sua apresentação, o reitor José Roberto Soares Scolforo foi cumprimentado por todos os vereadores presentes. Alguns deles chegaram a afirmar que o projeto de lei aprovado pela Câmara que permitia a doação da área que pertencia ao Sesc e foi devolvida ao município foi o mais importante votado pela Casa nos últimos anos.

Após os agradecimentos dos membros da Casa, o presidente Marcelo Morais questionou Scolforo a respeito das garantias de que o campus realmente será construído em Paraíso. Para justificar sua dúvida, o chefe do Legislativo apresentou em Plenário uma série de reportagens, datadas de 2005 e 2013, que afirmavam que outras universidades públicas, como a PUC (Pontifícia Universidade Católica) e a Uemg (Universidade Estadual de Minas Gerais) seriam instaladas na cidade.

O reitor da Ufla, então, garantiu que o projeto sairá do papel e a Câmara terá acesso a todas as informações relacionadas à vinda da universidade, desde o processo de licitação dos projetos até a conclusão dos cinco prédios a serem construídos. Scolforo pediu, também, que a Casa confie em sua palavra. “Estou aqui colocando a minha honra e o nome de uma instituição de quase 110 anos neste projeto. Se eu empenhei, licitei e assinei, está garantido. Mesmo com a mudança de governo no final deste ano, a chance desse projeto dar errado é zero”, enfatizou.

O CAMPUS

O campus da Ufla em São Sebastião do Paraíso será construído em área situada no Jardim Mediterranèe, que foi devolvida pelo Sesc ao município após uma troca envolvendo a Praça de Esportes Castelo Branco. A área, de 150 mil metros quadrados, está avaliada em R$ 26 milhões. O local é visto com bons olhos pela reitoria da universidade, pois possui, além de localização estratégica, estrutura de águas, águas pluviais, esgoto e energia elétrica subterrânea.

Estima-se que as obras sejam licitadas ainda neste ano, tenham início em março de 2019 e sejam concluídas em 2022. Deve ser realizado concurso público para a contratação de 66 professores universitários e 60 servidores técnicos administrativos. Os valores de tais investimentos giram em torno de R$ 36 milhões.

HOMENAGEM

Em reconhecimento à dedicação e trabalho durante todo o processo de implantação do campus da Universidade de Lavras em São Sebastião do Paraíso, a Câmara aprovou a resolução que outorga o título de cidadão benemérito paraisense a José Roberto Soares Scolforo. A honraria será entregue ao reitor em Sessão Solene especialmente convocada para este fim.

 

Fonte: http://www.camarassparaiso.mg.gov.br/mostra-aconteceu.php?s=reitor-apresenta-projeto-de-campus-da-ufla-a-camara