Logo

Atendimento de segunda a sexta, das 08:00 às 17:00.




Prefeito empossa membros do CMDM

Prefeito empossa membros do CMDM

O prefeito Walker Américo Oliveira e a vice Dilma Aparecida de Oliveira, deram posse na manhã de quinta-feira, 30, aos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) da nova gestão 2018-2020. O órgão foi formado em 2013, por meio da Lei Municipal nº 4021, e agora teve sua composição alterada com a aprovaçao do Projeto de Lei 4526, de 14 de junho de 2018.

Com a alteração, o conselho passa a ser composto por 20 titulares e 19 suplentes, onde foram incluídas mulheres representantes da Secretaria Municipal de Segurança Pública, através da Guarda Municipal, substituindo membro da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia. Também passa ter representantes do Corpo de Bombeiros, da Associação de Mulheres do Município, da Secretaria Municipal de Comunicação Social, da Proteção Especial da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e da Proteção Social Básica.

De acordo com a presidente Tatiana Bardassi, as alterações visam proporcinar melhor representatividade dos membros do Conselho. “É bom lembrar que o objetivo do CMDM não é apenas oferecer proteção às mulheres vítimas de violência, mas também atuar na promoção e garantia de direitos das mulheres do município, fazendo com que elas tenham saúde, educação e assistência em todas as áreas adequadamente”, pontuou.

O prefeito parabenizou as conselheiras por dedicarem voluntariamente parte de seu tempo para um órgão que defende uma causa tão importante, e disse que se sente orgulhoso em poder dar posse aos membros do CMDM. Ele ainda destacou a importância do Conselho da Mulher e os serviços relevantes que são prestados para a sociedade. “O conselho representa todas as classes sociais. Por meio dele é feito o planejamento das ações para a cidade. A função das conselheiras é muito nobre, pois, elas preparam o futuro da cidade, para melhorar a qualidade de vida das futuras gerações de mulheres e homens”, disse.

A vice-prefeita ressaltou que a proposta do conselho é desenvolver trabalhos para o fortalecimento da proteção da mulher. Ele vem agregar as políticas públicas e ajudar o município a criar mecanismos de proteçao. “Logo após a criação do CMDM a lei que cria a Casa Abrigo da Mulher foi aprovada e o nosso objetivo é fazer com que isto se concretize em nosso município”, disse.

Atualmente, uma das principais atividades do Conselho Municipal dos Direitos da Muher está voltada para o apoio àquelas que são vítimas de qualquer tipo de violência ou assédio. Esta assistência é prestada através da Associação Ajuda Mulher, um local onde as vítimas recebem acolhimento, atendimento com psicólogas e advogadas voluntárias, além de outros serviços que possam fazer com que elas fiquem longe de seus agressores ou, até mesmo, para apoiá-las na busca pelo empoderamento pessoal e autonomia.

As mulheres que necessitarem de orientação e apoio podem entrar em contato na Associação Ajuda Mulher por meio dos telefone (35) 9 9945-1434, por mensagem de whatsapp pelo contato (35) 9 8417-7311, ou ainda pela página no Facebook AjudaMulherSsp e no e-mail ajudamulherssp@gmail.com. O Ajuda Mulher funciona de segunda a sexta-feira, das 12h às 17h, e não é necessário pré-agendamento.

 

Fonte: http://www.ssparaiso.mg.gov.br/noticias.php?dsid=3404