Logo

Atendimento de segunda a sexta, das 08:00 às 17:00.




Campanha Setembro Amarelo tem encontros com a comunidade

Campanha Setembro Amarelo tem encontros com a comunidade

A Campanha “Setembro Amarelo” de prevenção ao suicídio está em pleno andamento em São Sebastião do Paraíso, com ações promovidas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Até o próximo dia 28 estão programados alguns eventos como palestras e rodas de conversas envolvendo diversos segmentos da comunidade. Nos encontros realizados são apresentados conceitos sobre o suicídio como os fatores de riscos, prevenção e formas de abordagem transmitidos através de palestra.

A primeira ação ocorreu antes mesmo do mês ter sido iniciado em uma reunião realizada com todos os funcionários da Secretaria Municipal de Saúde, ocorrida no Teatro Municipal Sebastião Furlan, no dia 30 de agosto. As palestras são ministradas por Mônika Shaefer Borges da Silva, do Centro de Valorização da Vida (CVV). Agora os eventos estão sendo organizados em parceria com as unidades dos Centros de Referência e Assistência Social (Cras), localizadas em Paraíso e no distrito de Guardinha.

Conhecido como “Setembro Amarelo”, este é o mês de prevenção ao suicídio. A campanha é uma realização do CVV que atende em todo o Brasil pelo telefone 188. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), um milhão de pessoas tiram a própria vida todos os anos no país. A pesquisa revela ainda que, a cada 45 minutos, um pessoa morre por suicídio no território nacional, O levantamento aponta que, por dia, 32 pessoas tiram a própria vida.

O aumento do número de crianças e adolescentes que estão tirando a própria vida é apontado como um fator preocupante. Segundo os especialistas, identificar uma pessoa que deseja se suicidar não é tarefa simples. Uma das dicas é prestar atenção no comportamento da pessoa, dar atenção e oferecer ajuda e apoio. Esta tem sido a tônica das palestras ministradas pela voluntária Mônika Borges e, novamente, ela usou os mesmos apontamentos para falar para os adolescentes e, depois, para as mães, no distrito de Guardinha, na segunda-feira, 17.

As crianças e adolescentes puderam também participar de uma dinâmica, trocaram experiências e foram informados de como é o funcionamento do CVV. De acordo com Mônika, uma simples brincadeira na escola — o bullyng, juntamente com as cobranças e desafios que mexem com a autoestima, pode ser o princípio para motivar este tipo de situação leva ao suicídio. “Para quem é alvo, vítima destas questões é importante falar e ser ouvido. É preciso aliviar, dar vazão ao que oprime e muitas vezes machuca”, comenta.

Alunos da E. M. Francisco Daniel puderam participar da palestra e depois fizeram uma dinâmica abordando os sonhos e as motivações para a vida. “Criar perspectivas é um importante passo neste sentido, que é buscar formas e trabalhar para realizar os sonhos”, descreve. O estudante Hugo dos Reis Godoi disse ter gostado do que ouviu. “Acho tudo importante que foi falado, principalmente sobre os cuidados, a busca de ajuda e o falar mesmo sobre o suicídio, um assunto que não deve ficar escondido”, avalia. Para ele havendo orientação torna-se mais fácil encarar os desafios.

Em seguida, a palestra foi direcionada às mães e mulheres da comunidade. Elas ouviram sobre os fatores de riscos, os estados afetivos,as dores física e a tristeza da alma. Situações como ansiedade, síndrome do pânico e os transtornos são sintomas que podem levar ao suicídio. “Importante reconhecer o problema e não ter vergonha ou receio de buscar ajuda, isso salva vida”, esclarece a voluntária do CVV.

A programação prossegue durante a semana com palestras voltada aos profissionais da educação e pais, abordando sobre automutilação na adolescência, como conhecer e prevenir. No próximo dia 25 de setembro, no Cras/Núcleo João XXIII, às 13h, haverá roda de conversa com adolescente com prevenção sobre o suicídio. Dia 26, no mesmo horário será a vez dos integrantes do Cras Santa Tereza. No dia 27, no Cras Mocoquinha, o atendimento será às 8h e no dia 28, às 14h.

fotos: Roberto Nogueira

 

Fonte: http://www.ssparaiso.mg.gov.br/noticias.php?dsid=3420